Projetos

 

Os projetos desenvolvidos pela Ar e Ambiente, são realizados por especialistas altamente experientes
comprometendo-se em manter um alto padrão de qualidade, destacando-se nas áreas: industriais,
residenciais, hospitalares, bancos, hotéis, entre outras. Nossos profissionais, desenvolvem os projetos
de fácil compreensão por parte de nossos clientes, proporcionando as soluções adequadas dentro dos
valores ecológicos e econômicos. Contamos com a experiência e criatividade de nossa equipe de
engenheiros para oferecer aos clientes um serviço de acordo com suas necessidades.

A Ar e Ambiente tem o compromisso de manter a todos seus clientes a qualidade, segurança,
comprometimento e a alta eficiência do projeto realizado. Soluções tecnológicas para sistemas de ar
condicionado, ventilação, exaustão e energia solar. Sistema VRF/VRV O sistema de ar condicionado VRF
( Fluxo de Refrigerante Variável ), trata-se de uma central, com características parecidas ao sistema
Multi-Split. Esse modelo é destinado a residências, apartamentos de alto padrão e edifícios comerciais.
O sistema VRF tem como característica principal a possibilidade de climatização de diversos ambientes
com apenas uma unidade externa (condensadora), permitindo a operação individual das unidades
internas (evaporadoras).
 


O ar condicionado VRF é dotado de componentes eletrônicos, permitindo a eficiência e a qualidade
total do equipamento, com baixo nível de ruído e consumo energético. O VRF é um sistema versátil e
flexível, possui a liberdade de expansão modular, permitindo aumentar ainda mais a quantidade de
evaporadoras dentro do ciclo de refrigeração. A instalação do sistema VRF é mais simples graças sua alta
tecnologia, resultando em uma economia de tempo e mão-de-obra, além de manter a arquitetura da
edificação sem alterar as características do empreendimento, produzindo um baixo nível de ruído e
baixo consumo elétrico. O sistema eletrônico do ar condicionado VRF disponibiliza interface para
automação própria, Lon Works, entre outras. Sua aplicabilidade é equivalente ao sistema de água gelada
(chiller), pois tem capacidade de climatizar ambientes amplos e possibilitando o dimensionamento
através da simultaneidade de cargas térmicas no decorrer do dia.

VRF ou VRV: o sistema de ar condicionado VRV (Volume de Refrigerante Variável), possui características
semelhantes ao sistema VRF, porém o VRF é patenteado e homologado pela fabricante Daikin. Assim
como a fabricante LG com o sistema Multi V, a Hitachi com o sistema VRF e Midea Carrier com seu MDV.



Ar Condicionado Multi Split é um sistema de climatização que possibilita a refrigeração de vários
ambientes utilizando apenas uma unidade externa (condensadora) e múltiplas unidades internas
(evaporadoras) que serão distribuídos nos ambientes a serem resfriados.
A quantidade de evaporadores do ar condicionado Multi Split pode variar de acordo com os fabricantes,
ficando a maioria dos modelos entre duas a oito unidades internas interligadas em apenas uma unidade
externa. O Multi Split é um sistema muito vantajoso para projetos residenciais e comerciais, por utilizar
pouco espaço externo com apenas uma unidade condensadora e desta forma não atrapalhando a
arquitetura predial. Uma das principais características do sistema Multi Split é a economia de energia
elétrica, pois a maioria dos aparelhos Multi Split possui a tecnologia inverter, utilizando o gás 410 A, que
é ecologicamente muito melhor para o meio ambiente. Além de ser considerado um sistema silencioso

com seu baixo nível de ruído, possui potentes filtros livrando o ambiente de bactérias, vírus e outras
impurezas do ar.



Diariamente, muita energia chega ao nosso planeta de forma gratuita e limpa. Os raios solares, além de
trazerem a luz e o calor, essenciais para a vida na Terra, podem ser aproveitados para a geração de
energia, tanto na forma de calor quanto na de eletricidade. O raio solar é transformado em eletricidade
em uma célula fotovoltaica, fabricada com materiais chamados de semicondutores. O mais utilizado é o
silício. A luz solar é pura energia, composta de pequenos elementos denominados fótons. Quando os
fótons atingem a célula fotovoltaica parte deles é absorvida. Esses fótons despertam os elétrons do
material semicondutor, gerando assim eletricidade. A energia solar gera uma economia de até 99% na
conta de luz. No Brasil, uma das grandes vantagens é a localização geográfica, onde conseguimos captar
muito mais energia solar através dos painéis fotovoltaicos do que grandes países da Europa, que já tem
70% de suas residências com energia solar e conseguem captar essa energia pela metade, em
comparação ao nosso país.